A Primavera do Crente

tumblr_pitpqlTzoE1rp8j5a_540

بِسْمِ اللهِ الرَّحْمٰنِ الرَّحِيْمِ

Em Nome de Allah, o Clemente, o Misericordioso

Imam Ibn Rajab al-Hanbali:

“O inverno é a primavera dos crente, onde ele caminha pelo jardim da obediência. Os dias são curtos e frios para que se possa jejuar com facilidade e as noites são longas para que se possa dormir bem e fazer a oração noturna.”

 

(Lata’if-ul-Ma’arif, p. 435) Continuar a ler

Conselho em Tempos de Testes e Tribulações

mesquita

بِسْمِ اللهِ الرَّحْمٰنِ الرَّحِيْمِ

Em Nome de Allah, o Clemente, o Misericordioso

O seguinte texto é uma tradução de um áudio do Shaykh Salih al-Fawzan, no qual ele aconselha aos muçulmanos sobre o que fazer em momentos de testes e tribulações, um assunto de muita importância nos tempos atuais. Pedimos a  Allah que nos faça firmes na senda reta e nos livre de aflições que nos afastam da Sua orientação. Amin.

O questionador diz:

“Ó honrado Shaykh, com o que é que nos aconselha nestes tempos em que os testes e as tribulações se tornaram numerosos, e o povo da inovação tem se espalhado, e os sábios têm falecido?

Shaykh Salih Al-Fawzan (que Allah o preserve):

Aconselho-vos primeiro a terem taqwa (temor) de Allah, glorificado e exaltado seja. De seguida façam muitas súplicas para se fortalecerem na religião (din), e para se salvaguardarem do mal dos testes e das tribulações.

Depois disso, aconselho que busquem conhecimento. Procurem conhecimento a partir do povo do conhecimento e sejam empenhados nisso. Pois certamente uma pessoa não caíra em fitan (tribulações), com a permissão de Allah, tendo um bom conhecimento. Se não possuírem um conhecimento correto, então é possível que caíam em fitan enquanto nem se apercebendo de que isso seja fitan.

Busquem o conhecimento do povo do conhecimento, e não se tornem preguiçosos na procura do conhecimento, independentemente de onde se encontram.

Fonte: Trying to Follow the Salaf 

O Significado, os Pilares e as Condições de ‘La ilaha illa Allah’

 

ac3bade32d1fe075e75bcb26e8e11134

بِسْمِ اللهِ الرَّحْمٰنِ الرَّحِيْمِ

Em Nome de Allah, o Clemente, o Misericordioso

Sem dúvida que é nosso dever conhecer o significado da kalimah [declaração] de tawhid  [monoteísmo islâmico] – ‘la ilaha illa Allah’. Significa que ninguém tem o direito de ser adorado, em verdade, exceto Allah. Tudo o que é adorado para além de Allah, quer seja um anjo, um profeta, um santo, uma árvore, uma pedra, o sol, ou a lua, constitui uma falsa adoração.  (Isto é) devido à afirmação de Allah, o Exaltado:

“Isso, porque Allah é a Verdade, e porque o que invocam, além d’Ele, é a falsidade, e porque Allah é O Altíssimo, O Grande.” [Tradução do Qur’an, 22:62]

E ele (o tawhid) é baseado em dois pilares: a negação (la ilaha) e a afirmação (illa Allah); a negação de divindade a outro que Allah, e a sua afirmação a Allah somente.

É (apenas) com a combinação da negação e da afirmação que o tawhid pode ser compreendido. A razão para isso é que a negação não acompanhada da afirmação não é pura e completa negação, e a afirmação que não é acompanhada da negação não impede associação de parceiros.

Quanto às suas condições, elas devem ser baseadas sobre a certeza, e o conhecimento; certeza absoluta sem dúvida e conhecimento sem ignorância.

Estes pilares exigem continuidade, tal como ações baseadas sobre eles na medida em que cumpram (com os requesitos) da shari’ah.

Quanto à sua declaração sem fé e certeza, então tal discurso não beneficia. Dessa forma, testemunhamos que ninguém merece ser adorado exceto Allah e que Muhammad é o Mensageiro de Allah.

Por Shaykh Muhammad ibn Salih ibn Al-’Uthaymin (que Allah tenha misericórdia dele)

Traduzido e adaptado de: Meaning, Conditions, and Pillars of Laa ilaaha ill Allah -Shaykh ibn al-‘Uthaymeen

O Estatuto dos Companheiros do Profeta no Islam

5c87132efde250348e24f775cd63408b

بِسْمِ اللهِ الرَّحْمٰنِ الرَّحِيْمِ

Em Nome de Allah, o Clemente, o Misericordioso

A religião preferida de Allah (glorificado e exaltado seja) é o Islam. Não é suficiente apenas crer em Allah e na sua religião, mas também é necessário amá-la. Esta crença inclui amor.

Os companheiros (que Allah esteja satisfeito com todos eles) foram os que levaram o Islam consigo para outros lugares e gastaram de seus bens para difundir e transmitir a religião. Eles foram os primeiros que transmitiram a religião, tomando-a diretamente do Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele).

Os critérios para alguém ser considerado um sahabi são os seguintes:

  1. Ter encontrado e visto o Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele);
  2. Crença no Profeta (que o iman tenha entrado em seu coração);
  3. Morrer nesse estado (com as duas condições acima).

Os companheiros (que Allah esteja satisfeito com eles) foram os primeiros que puseram a religião em prática diretamente dos ensinamentos do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele).

A religião não foi revelada de uma só vez, mas sim por etapas. Portanto eles viram a sua evolução e conhecem o contexto da revelação de cada ayah (verso do Qur’an) e componente da religião.

Os verdadeiros crentes são os que realmente amam os sahaba. Insultá-los é como insultar a religião.

Notas da palestra intitulada “O Estatuto dos Companheiros do Profeta no Islam” por Shaykh Abdur Rahman Mohiuddin (que Allah o preserve), em 9 de Dhul Qadah de 1439.